BLOG

Engenharia sem Lacunas

Uma proposta de Código de Conduta

Venho hoje aqui, apresentar aos nossos colegas de turma, os 12 princípios que nortearão a nossa conduta como representantes da turma, e que gostaríamos de sugerir que os demais colegas adotassem, tanto aqui na faculdade quanto na sua vida pessoal e profissional, agora e sempre, se queremos todos sermos futuros Engenheiros com Ética e Moral irrepreensíveis.

Engenharia sem Lacunas – Uma Nova Forma de ver a Engenharia

1º) Coloquemos a vida sempre em 1º lugar

A cada momento de seu dia-a-dia e em todas as decisões que nós viermos a tomar, valorizemos a vida em todas as suas formas, a curto, médio e longo prazos. Seja a vida de nossos familiares, amigos, colegas de trabalho, mesmo a de pessoas absolutamente estranhas. Seja a vida dos animais e plantas que nos cercam. Toda a vida deve ser preservada, valorizada e protegida, sendo sempre posta em primeiro lugar.

2°) Estejamos sempre no “nosso melhor EU!”

É nossa responsabilidade atuar sempre em nosso melhor estado físico, mental, emocional e espiritual. O seu “melhor eu” atua sempre pelo bem-estar de todos. Admitamos nossas limitações! Sejamos responsáveis conosco mesmos e com os demais. Percebamos que nosso corpo também é uma máquina e para que essa máquina trabalhe ela tem que estar 100% em condições de atuar. Amemo-nos e respeitemo-nos, pois só assim os demais irão respeitar-nos.

3º) Busquemos sempre a perfeição em tudo o que formos fazer

Nossa responsabilidade é de sempre buscar o melhor,o excelente, a perfeição em tudo que fizermos. Cada um de nós pode sempre tentar superar as suas próprias limitações e sempre tentar fazer o que faz um pouco melhor. Lembremo-nos: a perfeição não existe! Ela é um “estado” a ser obtido, alcançado!

4º) Atuemos sempre com foco na verdade!

Nossa responsabilidade é trazermos sempre as verdades aonde elas forem ser decididas, assegurando o melhor para a vida e para o todo, evitando ilusões e percepções distorcidas da realidade. A verdade sempre prevalecerá! Logo, devemos ser guardiões da mesma, conduzindo nossos atos em conformidade e foco total na verdade.

5º) Atuemos com maestria e profissionalismo

Não desperdicemos energia em atividades que podem ser desenvolvidas por outras pessoas que se reportam a nós. É nossa responsabilidade usar nossas competências plenamente, todo o tempo, e se reportar aos nossos superiores quando nos depararmos com trabalhos para os quais nós não nos sintamos preparados ou capacitados. É nosso compromisso inquestionável atuar com maestria e com profissionalismo na representação de nossa turma, e quem sabe, futuramente de todo o curso, perante a Coordenação do mesmo e diante da Reitoria da instituição. Sejamos o exemplo!

6º) Sejamos sempre pró-soluções

Canalizemos nossa energia para o construtivo, o antecipativo e o preventivo. Evitemos desperdiçar energia e talento em diagnósticos após o fato. Saiamos das causas aparentes. Vamos sempre à causa das causas. Planejar não é correção, é antecipação. SEJAMOS PRÓ-ATIVOS.

7º) Compreendamos a influência do humano em tudo

Estejamos o tempo todo atentos à influência do humano em todas as dimensões da nossa vida. Procuremos compreender cada vez melhor o fator humano presente, tanto no processo de geração de lacunas como na superação delas. Lacunas são geradas, por exemplo, pelo desrespeito a valores estabelecidos, quebra de princípios éticos, negligência e arrogância. SEJAMOS RESPONSÁVEIS PELOS NOSSOS ATOS, SEJAM ELES CERTOS OU ERRADOS. Quando assumimos as nossas responsabilidades damos o 1º passo na direção de um mundo efetivamente melhor.

8º) Assumamos a responsabilidade pelo todo

É nossa responsabilidade estarmos conectados, envolvidos, participantes e ativos junto ao todo da organização (família, comunidade, faculdade, sociedade, humanidade). O “Engenharia Sem Lacunas” será comunicação direta, muito diálogo e ações integradas. O espírito é de responsabilidade compartilhada no seu nível máximo: 100% nós e 100% todos os demais. Aqui não cabe espaço para atitudes egoístas. É o um por todos e todos por um!

9º) Busquemos perfeita harmonia na organização como um todo

Eliminemos os conflitos e a competição predatória que causam lacunas através das quais os bons resultados se perdem. Sejamos sempre muito criativos na busca de “soluções ganha-ganha” nas nossas relações na faculdade e em todas as partes envolvidas.

10º) Atuemos também nos “espaços vazios” da organização

É nossa responsabilidade estarmos preparado para identificarmos “vazios” entre áreas, processos, programas e ações e agir sobre eles. Isto requer excelência na visão do todo e nas iniciativas. Isso requer atenção e companheirismo. Viu um problema, seja parte da solução. Se não puder ser parte direta, pelo menos encaminhe a sua visão do problema e as sugestões que você possa compartilhar para solucioná-lo. Isso poderá representar um ganho de tempo considerável na solução do problema. Logo, VIU UM PROBLEMA? FAÇA PARTE DA SOLUÇÃO!

11º) Ajamos sempre com foco no bem comum

Ajamos sempre motivados pelo propósito maior, que é o bem-estar da sociedade, e nunca pelo medo ou egoísmo, que nos paralisam ou nos levam a distorções em nosso próprio modo de ser. A auto-proteção e isolamento geram lacunas
e nos impedem de honrar a vida em nós e em tudo ao nosso redor. O BEM COMUM É O BEM DE TODOS!

12º) Sejamos sempre Consciência em Ação

Sejamos sempre um exemplo vivo do que há de melhor no ser humano. Nossa consciência é nosso melhor guia nos momentos decisivos. “Faça aos outros o que gostaria que fizessem a você”.

Estes 12 princípios básicos são baseados no programa “Gestão sem Lacunas” adotado pela Petrobras para garantia do funcionamento do seu Sistema de Gestão Integrada, com base na filosofia da Responsabilidade Compartilhada (Conversação, Reflexão, Interação e Participação), e que também vem sido adotado por todas as empresas prestadoras de serviço e fornecedoras contratadas pela Petrobras. Nós os adotamos como a nossa “Carta de Princípios” para que possamos nos nortear pelas melhores práticas no exercício de nossas funções enquanto representantes de turma da turma de 4º período de Engenharia de Produção – Ciclo 2010/2014.

Exortamos aos demais colegas de curso que adotem esses princípios como forma de trabalharmos em uníssono com os objetivos de melhorar cada vez mais o nosso Curso de Engenharia de Produção e por extensão a Escola de Ciência e Tecnologia da UNIGRANRIO, quem sabe até possibilitando a concretização de uma futura Escola de Engenharia, com todas as cadeiras plenamente desenvolvidas.

Convidamos todos os colegas a essa reflexão!

Carpem Diem!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s